Buscar
  • marketing6584

Mês das Mulheres: Entrevista com Ana Flavia!



Março, o mês internacional das mulheres. Talvez apenas uma data, porém serve para lembrar a importância e o valor da mulher na sociedade, e principalmente em todos os campos e segmentos de trabalho.

Na parte da tecnologia, inovação e segurança não poderia ser diferente. Por isso, neste mês trazemos uma entrevista com Ana Flavia Rodrigues, mãe, esposa, CEO de uma startup com auto crescimento anual e diretora de operação de uma das maiores empresas de tecnologia e segurança do Brasil, com clientes de nível altíssimo em todo território nacional.


Obrigada pela participação Flávia, e a primeira pergunta que gostaria de te fazer é como mulher e empreendedora, como você se enxerga hoje?


R: Essa é uma pergunta difícil, falar como eu me vejo, mas posso dizer em poucas palavras que me sinto realizada com a minha jornada, hoje vendo tudo que percorri, de onde vim e onde cheguei tenho orgulho e gratidão do meu caminho até aqui e sei que ainda desejo muito mais.

Meu desejo é impactar positivamente a vida de muitas pessoas criando oportunidades para que elas evoluam e realizem seus sonhos, pra mim ser empreendedora é ter o privilégio de mudar a vida das pessoas e isso é o que me motiva diariamente a trabalhar incansavelmente.


Quando entrou no segmento de tecnologia e segurança que até então era dominado por homens, como foi? Quais os maiores desafios que precisou enfrentar?


R: Eu tive que enfrentar muitos desafios, o primeiro era o fato de ser mulher, uma exceção nesse mercado completamente machista principalmente naquela época, 25 anos atrás.

Eu fui a primeira consultora mulher na Graber empresa onde iniciei minha carreira no mundo da segurança. O segundo foi o fato de ser muito jovem, mas eu sempre fui muito determinada e não desistia e isso fez com que eu conseguisse provar que eu podia fazer tanto ou mais que os meus colegas homens. Fui responsável pela venda de importantes contratos na época o que acabou me fazendo adquirir muita experiência e destaque profissional em pouco tempo.


Por ser mulher você já sentiu em algum momento com clientes e/ou fornecedores um sentimento de descrença, de insatisfação ou até mesmo de preconceito direito ou indiretamente?


R: No inicio passei por alguns constrangimentos e momentos difíceis, primeiro porque era muito jovem e segundo por ser mulher. Mas consegui vencer esses obstáculos provando que era capaz. A verdade é que o mercado de trabalho exige muito mais das mulheres e isso vem mudando, no entanto, no meu caso foi positivo, pois como eu precisava me provar o tempo todo isso me obrigou a estudar e me dedicar talvez muito mais que meus colegas, o que me fez evoluir rápido e acabei me destacando.


Você também precisa lidar com a hierarquia, sendo líder de muitos homens como também mulheres, você já vivenciou alguma situação constrangedora ou desrespeitosa por parte dos seus colaboradores apenas pelo fato de ser mulher?


R: Não, aqui na Alert nunca vivenciei isso, acredito que por fazer parte da empresa a muito tempo as pessoas sempre me respeitaram como profissional e isso hoje é algo cultural na empresa as mulheres de maneira geral são respeitadas em seus postos de trabalho o que me deixa profundamente orgulhosa e feliz.


Como você enxerga o mercado atual para mulheres, principalmente em cargos de liderança?

R: Atualmente as mulheres ocupam posições de liderança em praticamente todos os segmentos de mercado ouve uma grande mudança cultural graças a muita determinação as mulheres conseguiram conquistar um espaço muito importante no mercado de trabalho o que me deixa muito feliz , inclusive existem pesquisas demonstrando que um aumento de zero para 30% de mulheres em posições de alto escalão se associa a um aumento de 15% na lucratividade.

Um dado que me deixou muito feliz foi saber que as 10 maiores Bigtechs do mundo ( Microsoft, google , IBM, SAP, GE do Brasil, UBER , Adobe, Mastercard, Nubank e Twitter) tem mulheres em cargos de alta liderança , isso mostra o quanto somos capazes e que estamos vencendo essa luta pela igualdade de gêneros no mercado de trabalho principalmente no que se refere a salário e oportunidades.


Qual o conselho que pode dar para as mulheres que se espelham na sua história?


R: Esse seria um conselho válido para homens e mulheres no entanto como foco são as mulheres vou direcionar minha resposta. Procure estar sempre atualizada, e desenvolvendo novas habilidades e competência na área que você deseja seguir porque as mulheres naturalmente são subestimadas na maioria das vezes e por isso precisam dominar muito bem a área em que atuam, segundo tenha muita resiliência, você não pode se frustrar com o primeiro não que ouvir, o mercado costuma testar e exigir muito mais das mulheres, use isso a seu favor para potencializar suas qualidades e se destacar dos demais.

Além disso se você quer ter sucesso no mercado de trabalho procure algo que você realmente se identifique, porque ninguém consegue ter sucesso fazendo algo que não lhe motiva diariamente. Outra dica é sempre procurar uma referência de sucesso para se espelhar, seja determinada e faça sempre o seu melhor, eu sempre digo : se for fazer faça bem feito.

E por fim use o poder feminino para fazer a diferença pois as mulheres tem um "feeling" apurado para tomar decisões e quando aprendemos usar isso a nosso favor conseguimos nos destacar em qualquer mercado.



Parabéns a todas mulheres!

71 visualizações0 comentário